“Cartão de Referência” – Selenium

Faz um tempo que eu assino o rss do RefCardz, que nada mais é do que diponibilização de “cartões de referência”, com cerca de 6 páginas, contendo material acerca de tecnologias de desenvolvimento. É um “resumo” em modelo de guia de referência rápida. Indico fortemente acompanhar as novidades, pois uma tecnologia pode interessar a você.

Abaixo, coloco a descrição do “RefCard” disponível no dia de hoje, a respeito do Selenium. Esta ferramenta é muito usada para testar interfaces web,  por meio de “gravações (“macros”) de passos”, simulando o que um usuário faria na navegação de uma página, por exemplo.

Getting Started with Selenium

Selenium is a portable software testing framework for Web applications. Selenium works well for QA testers needing record/playback authoring of tests and for software developers needing to author tests in Java, Ruby, Python, PHP, and several other languages using the Selenium API. This DZone Refcard starts with how to install Selenium and then moves on to cover working with TinyMCE, Ajax Objects, Reporting options and even the Future of Selenium.

Interessado?

Baixe esse e muitos outros em http://refcardz.dzone.com/

Bom aproveitamento e estudo para vocês leitores!

Anúncios

Procedimento de Introdução ao Selenium

Nos últimos tempos, a equipe de Qualidade (da qual faço parte) da empresa está implementando o uso de ferramentas para execução de testes automatizados. Estamos trabalhando com duas frentes hoje: JMeter e Selenium.

O JMeter está sendo usada em conjunto com um plugin SIP, para execução de testes relacionados a call control, pois nossa empresa tem uma solução chamada Basix que é uma plataforma de telefonia IP. O Selenium serve para testar o uso da interface WEB ou para geração de massa de dados (colocamos um número x de vezes uma execução para fazer uma tal tarefa que gere conteúdo).

Essa semana estive lendo o TestExpert, um dos blogs referência da área de Qualidade, e achei material em português do assunto (!).

Apesar da maior parte do assunto (e a mais complexa) estar no idioma inglês, parabenizo a atitude do Antonio Geilson que fez a tradução.

Para os interessados em ler o material, podem fazer o download por este link.

E para ler o post escrito pelo mesmo, vide TestExpert.

Conforme as novidades venham a aparecer eu notifico vocês leitores. Pode ser que esse nosso “case” seja de interesse de outros que também venham passando pelo mesmo processo.